A SCANNER DARKLY: ficção científica, drogas e vigilância

A SCANNER DARKLY (EUA, 2006)

Dirigido por Richard Linklater (Waking Life, 2001) e baseado na obra de Philip K. Dick (cujas histórias renderam outras conhecidas adaptações como Blade Runner e Minority Report), o filme A Scanner Darkly causa uma sensação de perturbação, não só pelo enredo psicocentrado, mas pela aplicação da técnica chamada rotoscopia, que transforma a filmagem em animação, possibilitando maior força na simulação de efeitos pscotrópicos e cognitivos.

A Scanner Darkly, 100 min. Direção: Richard Linklater. Estrelando: Keanu Reeves, Winona Ryder, Robert Downey Jr., Woody Harrelson, Rory Cochrane.

O fato de o filme ser ambientado num futuro próximo inquieta. As tecnologias de vigilância utilizadas no filme para controlar uma sociedade consumida pelas drogas já existem (exceto uma roupa especial usada para manter em segredo a identidade de agentes secretos). Não nos é revelado quem está no controle de tal vigilância: o Estado? Algum outro tipo de instituição ou algum poder paralelo?

Com diálogos desorientadores e pensamentos neuróticos, o filme traz uma atmosfera reconhecível para quem já experimentou outros estados de consciência. A crítica às drogas é indireta e perspectivista e o desenrolar do enredo, até o final, faz crescer gradualmente a experimentação do absurdo de uma sociedade degradada pelas drogas, de um lado, e pelo controle abusivo, de outro – tendo no meio da merda toda o estilhaçado Bob Actor (Keanu Reeves), e por trás das cortinas decadentes, a indústria – no pior sentido da palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s