culturas em extinção

Como vemos o mundo?

Wade Davis, antropólogo pioneiro em pesquisa com plantas sagradas e botânica transcedental além de explorador da National Geographic, fala – no vídeo postado mais abaixo – sobre a importância da diversidade cultural e sobre o vetor fundamental de destruição humana: o Poder. As nossas relações com o meio – e com o outro – sempre vêm implicadas com a dominação, e esta, com a destruição.

Em vinte minutos, dos quais não podemos prescindir, Davis exalta a Etnosfera, essa rede de culturas, que é o grande legado de toda a humanidade, a soma total de pensamentos, sonhos, ideias, inspirações, intuições, trazidas à tona pela imaginação humana desde o alvorecer da consciência. Uma diversidade enorme de culturas, no entanto, está desaparecendo do planeta a uma taxa alarmante.

Especula-se que somos hoje o reflexo de um processo que já dura 150 mil anos, tempo de existência da espécie humana. Contemporaneamente, em nossa civilização ocidental, depois de séculos de amplo esforço para idealizar o real, passamos a enfrentar a ânsia de realizar o ideal. Que neste rico e árduo processo de existir, nós – humanidade – possamos aprender não a tolerar (tolerância é uma forma de hipocrisia), mas sim a respeitar as diferenças, convivendo com o fundamental aprendizado do outro.

Vinte minutos que nos propõe uma reflexão essencial sobre consciência e vida. Quem sabe, nossos desertos de experiências do mundo e da vida voltem a florescer…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s