nota: ‘Once‘, de John Carney

Uma semana na história de duas pessoas, marginais que se encontram nas ruas de Dublin – um músico que canta nessas ruas depois de passar o dia trabalhando na oficina do pai; e uma discreta vendedora de flores. O encontro, a aproximação e em comum a paixão pela música, comum a ambos: – ‘Eu não a conheço e a quero ainda mais por isso!’, cantam juntos, ao piano, os expressivos personagens sem nome interpretados por Glen Hansard e Markéta Irglová. Ele a faz relembrar da importância da música em sua vida; ela o estimula a sair em busca de um destino musical. Ambos sempre entreolhando-se sutilmente, carregados cada qual de suas histórias, de suas memórias, de suas frustrações – enxergando um no outro algo que só a música pode, de alguma forma, traduzir.

“Once” (Irlanda, 2008), de John Carney, traduz em si uma experiência musical e cinematográfica simples, de baixo custo orçamentário, mas rica em intensidades secretas desvendadas em nós quase sempre somente numa sala escura.

trailer:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s