Nosso curta “As Cruzes e os Credos” está em votação no Festival Internacional Somos Afro. Participe!

Cruces afiche JPG 300dpiNosso curta “As Cruzes e os Credos”, gravado em Ilhéus e viabilizado através de financiamento coletivo nas redes sociais, está em votação na plataforma do Festival Virtual de curtas SOMOS AFRO, que é voltado para temas ligados às identidades afro-descendentes na América Latina e no Caribe. O nosso filme é um dos 50 pré-selecionados entre 179 curtas de 32 países. Os mais votados nessa etapa irão para a Mostra Competitiva principal do Festival, sediado na Colômbia. O curta “As Cruzes e os Credos” pode ser assistido na íntegra (legendado em espanhol).

VOTAÇÃO

Você pode assistir o filme na íntegra no link (legendado em espanhol) em http://festival.somosafro.org/video/2

Para votar, para votar é simples e rápido: basta se cadastrar no site, apenas colocando seu email e criando uma senha, neste link: http://festival.somosafro.org/registrate. Em seguida acessar a página do filme [clicando aqui] e clicar na mãozinha à direita, e o voto será computado. Pronto.

A votação está aberta por todo o mês de abril. O curta está disponível online na plataforma do Festival para ser assistido na íntegra. Aos que se sentirem motivados, pedimos que assistam, votem e, se quiserem, nos enviem algum feedback, suas críticas e impressões. Pedimos também que, se puderem, divulguem a votação em suas redes!

Ficaremos muito gratos e é muito importante para nós!

Todos os demais filmes pré-selecionados e mais informações sobre o Festival Somos Afro podem ser vistos na página principal do Festival.

SOBRE O CURTA

“AS CRUZES E OS CREDOS” foi gravado em Ilhéus, Sul da Bahia, e a realização do filme contou com recursos provenientes de financiamento coletivo através das redes sociais, e também com hospedagem solidária e ajuda de amigos de diversas formas, diretas e indiretas. Além do Somos Afro, o curta participou também da Muestra Oficial: Fenavid – Festival Internacional de Cine Santa Cruz, Bolivia 2014.

Cruzes Foto 1Sinopse:

A partir das mortes de um Bispo e de um Pai de Santo e de uma reflexão sobre conflitos e interações entre candomblé e catolicismo, o realizador volta a Ilhéus para revisitar o tema de um curta universitário feito por ele há 11 anos. Dessa vez, fazer o filme se torna uma descoberta e um encontro inesperado com o sagrado e o mistério.

Ficha Técnica:

Roteiro, Direção e Edição: fabricio ramos e camele queiroz
Produção:
juliana freire
Câmera e Direção de Fotografia:
fabricio ramos
Som Direto e Montagem:
camele queiroz
Finalização de áudio:
haydson de oliveira
Edição e Finalização:
fabricio ramos e camele queiroz

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s