Pequena analogia entre “Museu” (2018) e “Gueros” (2014), filmes de Alonso Ruizpalacios

Se em “Gueros”, o debute do diretor (em longas), a Cidade do México estrutura a Poética do filme, em “Museo”, a geografia é expandida e a história do passado do país, desde antes da Conquista, se cruza com o presente da trama, através de um jogo de desvios de significações: a história do povo maia e seus artefatos, subtraídos de suas tumbas e templos, são confinados ao Museu de antropologia; enquanto a história moderna, o “processo civilizatório”, saem das escolas e academias para retornar às paisagens de ruínas de uma civilização dizimada.

museo09

Gael García Bernal, em “Museo”

Em “Gueros”, jovens de uma geração deslocada das grandes lutas políticas de seu tempo perambulam pelas ruas da Cidade do México em busca, talvez, de suas próprias identidades; em “Museo”, jovens perambulam pelo México, de Yucatán a Acapulco, em busca de um sentido para as suas vidas insignificantes.

Em “Gueros”, mitificavam e foram atrás de Epigmenio Cruz, um roqueiro mexicano obscuro, desconhecido e prestes a morrer, mas que teria feito “Bob Dylan chorar”. Em “Museo”, é Sherazada o mito a ser buscado. Ambos os mitos pessoas decadentes, mais imaginárias do que reais. Ambos os mitos não dão a mínima.

gueros-berline-film-review

Os jovens de “Gueros”

Ruizpalacios infiltra aspectos sociais, económicos, políticos e históricos em seus filmes. Sabe filmar imprimindo um ritmo dinâmico e inventivo, com simplicidade narrativa e sensibilidade crítica. Se incorre em “cacoetes de festival” aqui e ali, isso não compromete em nada a poética de seus filmes.

Aliás, esses cacoetes emprestam aos filmes uma atmosfera que mistura o pop, o comercial e o kitsch com uma boa dose de reflexão sobre a morte, a vida e a arte nisso tudo. Boa combinação.

Em tempo, gosto mais de “Gueros”. E o desfecho de “Museo” não está a altura do filme que nos conduziu até ali…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s