Vladimir Herzog realizou o primeiro filme com som direto no Brasil

Marimbás, de Vladimir Herzog, foi o primeiro filme a utilizar som direto no Brasil.

Vladimir Herzog (1937-1975), assassinado nas dependências de um destacamento do Exército, realizou Marimbás em 1963, utilizando som direto. O filme é um curta sobre pobres que vivem da pesca, rodado no Posto 6, em Copacabana.

Aconteceu que, em 1962, o Itamaraty convidou Arne Sucksdorff para participar de um seminário de cinema com o patrocínio da UNESCO. Sucksdorff veio equipado com as maiores novidades tecnológicas da época, entre as quais o gravador Nagra. Vladimir Herzog, Arnaldo Jabor, Joaquim Pedro de Andrade e Eduardo Escorel foram alunos do curso. O primeiro filme a utilizar som direto no Brasil, claro, saiu desse curso ministrado por Sucksdorff, e coube a Vladimir o privilégio de usar, pela primeira vez, o mítico gravador Nagra.